20 de Setembro de 2017
Cronistas
Paulo Pinto
Nascido no Porto em 1963. Licenciado em História, Mestre em Sociologia da Educação. Professor desde 1986, tendo desempenhado cargos diversos. Exercendo a profissão na região de Basto desde 1991. Actualmente, docente de História e Português na Escola Básica 2+3 de Arco de Baúlhe. Apartidário mas não apolítico. Um mandato cumprido na Assembleia Municipal de Cabeceiras de Basto (1997-2001).
Excerto da crónica mais recente:
“Pior ainda, porque menos desculpável em democracia, foi a maneira como o PS local, primeiro, e nós todos nesta comunidade, a seguir, permitiu (permitimos) que a pessoa do presidente da Câmara adquirisse um poder quase sem limites.”
[Ler a crónica]




As últimas crónicas: